• Caop Saúde Pública

Saúde

22/09/2022

Para seu Conhecimento - nº 346 de 22/9/2022

O Sistema Único de Saúde passará a contar, em breve, com o Programa Nacional de Navegação(1) de Pacientes para Pessoas com Neoplasia Maligna de Mama, com os objetivos de:

  • viabilizar o diagnóstico do câncer de mama em prazo inferior ao determinado no § 3º do art. 2º da Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012(2);
  • garantir que o início do tratamento em centro especializado ocorra em prazo igual ou inferior ao determinado no caput do art. 2º da Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012(2);
  • capacitar as equipes de saúde para prestação de ações integrais e resolutivas nas áreas de rastreamento, de diagnóstico e de tratamento do câncer de mama;
  • garantir o acesso do paciente à orientação individual, a suporte, a informações educativas, a ações de coordenação e de cuidados e a outras medidas de assistência necessárias ao sucesso do tratamento;
  • reduzir custos dos recursos utilizados;
  • coordenar assistência individualizada a cada pessoa com suspeita ou diagnóstico de câncer de mama.

Almeja-se, com a instituição do Programa, a criação de um novo modelo de prestação de serviços centrado no paciente, com foco no contínuo cuidado oncológico, e que deverá oferecer:

  • treinamento dos profissionais de saúde ou orientação sobre a importância do planejamento e coordenação do cuidado do paciente desde o processo de diagnóstico até o início do tratamento nos serviços de oncologia;
  • prestação de apoio na jornada do paciente pelo sistema de saúde, com abordagem das questões clínicas e não clínicas e fornecimento de informações completas sobre seus direitos;
  • planejamento adequado das necessidades do paciente, com identificação de barreiras nos processos de diagnóstico e de tratamento, bem como oferecimento de soluções para sua melhoria, de modo a facilitar a sua jornada.

Clique para acessar a Lei nº 14.450, de 21 de setembro de 2022

 

________________________

(1)A navegação é o procedimento de acompanhamento dos casos de suspeita ou de confirmação de câncer de mama, com abordagem individual dos pacientes e com o objetivo de prestar orientação e de agilizar o diagnóstico e o tratamento (art. 1º, p.u).

(2) Art. 2º O paciente com neoplasia maligna tem direito de se submeter ao primeiro tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS), no prazo de até 60 (sessenta) dias contados a partir do dia em que for firmado o diagnóstico em laudo patológico ou em prazo menor, conforme a necessidade terapêutica do caso registrada em prontuário único.

(...)

§ 3º Nos casos em que a principal hipótese diagnóstica seja a de neoplasia maligna, os exames necessários à elucidação devem ser realizados no prazo máximo de 30 (trinta) dias, mediante solicitação fundamentada do médico responsável.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem