• Caop Saúde Pública

Saúde

28/11/2022

Correio da Saúde - Edição nº 1197 - de 28 de novembro de 2022

Edição nº 1197 - de 28 de novembro de 2022

Retomada do Programa SUSCOM+ no Município de Palmeira

No final de março de 2020, as atividades do programa SUSCOM+ foram suspensas em razão da ocorrência da pandemia provocada pelo coronavírus, vez que ausentes as condições sanitárias seguras para atividades com aglomerações de pessoas.

Presentemente, com cautela, reativou-se o SUSCOM+ em municípios com indicadores de segurança de saúde compatíveis, abrangendo, também, a possibilidade de participação de promotores (as) de Justiça interessados(as).

Recorde-se que o Programa SUSCOM+ visa a promover a participação direta da população, ouvindo a sua percepção de saúde na atenção básica, estabelecendo a discussão do direito e a eleição de prioridade a ser compromissada com o gestor, aperfeiçoando-se o atendimento e evitando-se a judicialização.

Assim, no último dia 7 de novembro, a comunidade do município de Palmeira participou da reunião comunitária do Programa SUSCOM+. A organização se deu por iniciativa do Promotor de Justiça Antonio Carlos Nervino e do CAOP Saúde, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde e de outras instituições locais.

No encontro, os presentes expuseram sua percepção sobre a prestação dos serviços de saúde em Palmeira, no âmbito da atenção básica, e debateram seu direito à saúde com os gestores e com o Ministério Público.

Colhidas as manifestações orais e escritas, as questões mais citadas na área da saúde foram: 1) ampliação das ações e serviços de saúde mental; 2) garantia de fornecimento contínuo de medicamentos e insumos para pessoas com deficiência, especialmente crianças; 3) capacitação dos profissionais de saúde e formação profissional qualificada; e 4) fortalecimento das equipes de estratégia saúde da família com ações de cuidado e divulgação de informações sobre saúde para a população.

Dentre elas, a população decidiu, por votação, que o gestor deveria priorizar a capacitação técnica dos profissionais de saúde.

Ao final do encontro, foi firmado termo de compromisso entre o MPPR, a 3ª Regional de Saúde da SESA/PR e a Secretaria Municipal de Saúde de Palmeira. Esta, deverá executar a prioridade assumida no prazo de até sessenta dias, apresentando as necessidades dos profissionais de saúde do município e o respectivo plano de capacitação, cronograma e fases de execução. A SESA, por sua vez, comprometeu-se a prestar auxílio técnico ao município, voltado ao cumprimento do quanto deliberado.

 

Confira fotos da reunião:

 
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem