• Caop Saúde Pública

Informe nº 996 | Curitiba, 7 de março de 2018

Informe nº 996 | Curitiba, 7 de março de 2018

Judicialização da saúde em Foz do Iguaçu

No dia 23 de fevereiro foi realizada, em Foz do Iguaçu, mais uma reunião do Comitê Executivo Regional de Judicialização em Saúde (CNJ), órgão do qual participa ativamente o Ministério Público, bem como a magistratura, a defensoria, gestores e médicos, entre outros profissionais. Há 22 comitês instalados no Paraná.

Nesses espaços de discussão identifica-se o perfil e, principalmente, as causas da judicialização na região, bem como busca-se consensos sobre a sua redução e soluções administrativas, porém, assegurando o direito fundamental em saúde de cada usuário.

Estiveram presentes os Promotores de Justiça Luís Marcelo Mafra Bernardes da Silva, de Foz do Iguaçu e Ana Cristina Teixeira de Araújo, de Matelândia, além do CAOP Saúde.

Integrarmo-nos na formação e participação nos comitês é uma forma de efetivar o projeto ministerial de regionalização, iniciado em 2016, que busca atender a expectativa de interiorização do debate sanitário, bem como democratizá-lo, através do concurso de várias instituições, acrescer qualidade técnica as nossas práticas sanitárias e melhor servir à população.

 

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ
Clique aquise não deseja receber mais o Correio da Saúde. Pesquise outras edições do Correioaqui.
Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem