• Caop Saúde Pública

Informe nº 1005 - 24 de maio de 2018

Edição nº 1005 - 24 de maio de 2018

Pró-Conselho litoral – O barquinho vai.

As ações do Programa de Apoio e Fortalecimento dos Conselhos Municipais de Saúde – Pró-Conselho, formuladas no Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção à Saúde Pública, vem rendendo bons frutos, com debates qualificados, envolvendo Conselheiros Municipais de Saúde, representantes do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado, de Prefeituras Municipais, além de membros do Ministério Público em exercício na região.

Na última segunda-feira (21/5), em Guaratuba/PR, ocorreu o 4º encontro do Programa, que teve como primeira expositora a secretária de saúde do município, Jemima Aliano, que apresentou demonstrativo das despesas com saúde de todos os municípios do litoral e indicou as deficiências encontradas no preenchimento do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS), que devem ser objeto de acompanhamento pelos Conselheiros de Saúde e do próprio MP.

Na sequência, Raquele da Silva, da 1ª Regional de Saúde, da SESA/PR, discorreu sobre o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e a sua importância como ferramenta para o conhecimento e monitoramento da rede de serviços de saúde disponíveis na região, como também, de todos os profissionais que nela atuam, dados essenciais para a compreensão da estrutura das instituições e serviços em determinada área territorial.

 

Pelo Ministério da Saúde, recentemente integrado ao programa, Elizabete Vieira Matheus da Silva abordou as fontes disponíveis de recursos federais que podem ser acessados pelos municípios, mas que, por vezes, não são aproveitados até por desconhecimento.

O CAOP Saúde prosseguiu ensejando debates a respeito de aspectos importantes de saúde enfrentados pelos municípios litorâneos e coordenou os debates sobre a ideia de criação de um conselho de saúde regional.

 
Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem