• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 658 - 14/12/2010

 

CORREIO DA SAÚDE

 

UMA OCORRÊNCIA POLICIAL

O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, na edição de 8/12, estampa a notícia "Médico é preso em Bagé por cobrar cirurgia de paciente do SUS".

Segundo consta, o referido profissional exigiu o pagamento de R$ 5.500,00 da família de um paciente para a realização de uma cirurgia na especialidade de urologia. Indignados, parentes da vítima contataram a autoridade policial que efetuou a prisão em flagrante.

Sabe-se ser essa, infelizmente, uma das mais reiteradas práticas ilícitas cometidas contra os usuários do SUS. São ocorrências que submergem no anonimato do medo dos que pagam sem alternativa. Dificilmente chegam ao MP ou à polícia.

Pessoas em situação de clara fragilidade, indefesas, às vezes em risco de vida, espoliadas no transe do desespero. O odioso pacto de silêncio que o predador impõe à sua presa.

Onde está o nosso repúdio contra um crime de lesa-dignidade?

Na verdade, mais que tipificar supostamente concussão, o caso põe em xeque a tabela de valores morais afixada na porta de nossos dias.

 

Clique aqui para ler a notícia do Zero Hora.

 

Matérias relacionadas: (link interno)
»  Correios da Saúde (índice)

Referência: (link externo)
»  Médico é preso em Bagé por cobrar cirurgia de paciente do SUS (Zero Hora)

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem