• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 622 - 06/07/2010

CORREIO DA SAÚDE

 

(S) O S

A Promotora de Justiça do Estado de São Paulo, Anna Trotta Yaryd, publicou o artigo ‘Saúde e Cidadania’. O texto lembra a iminência de um importante julgamento no STF em relação à prestação dos serviços públicos de saúde.

Trata-se da ACP ajuizada ainda no ano de 1998, contra a Lei das Organizações Sociais (Lei Federal nº 9.637/98).

O texto, manifestando firme posição contrária a esse tipo de prática no SUS, chama à reflexão, notadamente em face das referências que são recorrentemente imputadas às OS como sendo a grande solução para as deficiências na prestação de serviços de saúde pública no país. Relembra que São Paulo adotou essa terceirização em larga escala, reputando-a como um verdadeiro "negócio da china", porque implantado em equipamentos públicos, financiado com verbas do governo, portanto sem qualquer risco, de forma autoritária, sem transparência e sem a participação do controle social.

A autora clama que o tribunal se pronuncie de forma a preservar o interesse público e aprecie, não apenas a constitucionalidade da proposta das OS, como também os artifícios que vêm sendo utilizados para burlar a legislação relativa a licitações e concursos públicos.

Destaca-se na matéria: "diante de uma sociedade desigual e com alto grau de exclusão como a brasileira, o tema da saúde como política social exige a sua organização de modo a incorporar na formulação e na efetivação das ações medidas voltadas para a superação deste quadro social e não apenas aquelas tecnicamente dirigidas para a preservação e a recuperação da saúde em abstrato. E, definitivamente, não é este o papel das OS".

Leia, aqui, o texto.

 

Matérias relacionadas: (link interno)
»  Correios da Saúde (índice)

Referências: (links externos)
»  Saúde e Cidadania - Anna Trotta Yaryd - 30/06/2010 (artigo)
»  Última Instância

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem