• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 623 - 08/07/2010

CORREIO DA SAÚDE

 

QUANTO VALE UM CARTÃO?

O Cartão Nacional de Saúde, ou simplesmente "Cartão SUS", concebido em 1996, foi pensado como um grande avanço para o sistema público de saúde. A idéia inicial era que, com a identificação de todos os usuários, ter-se-ia traçado o perfil completo de cada qual, acelerando e melhorando o atendimento a população em todos os aspectos.

Não obstante, e após várias iniciativas (de vários governos) para sua efetiva implantação, e com gastos aproximados de 400 milhões de reais, o projeto simplesmente não decolou.

Este foi o assunto abordado por Elio Gaspari, na FSP, de 7/7/10, pág. A6.

Com o título "Cartão SUS, um fracasso tucano-petista", ele aponta o desinteresse, a cobiça dos intermediários de fornecedores e o horror que a burocracia da saúde (pública e privada) tem da transparência como determinantes para esse resultado negativo, dando a entender que o projeto foi subaproveitado porque evitaria certas fraudes e facilitaria, sobremaneira, a cobrança dos ressarcimentos pelos atendimentos do SUS a clientes de convênios privados de saúde.

Leia o artigo aqui.

 

Matérias relacionadas: (link interno)
»  Correios da Saúde (índice)

Referências: (links externos)
»  Cartão SUS, um fracasso tucano-petista - Elio Gaspari - 07/07/2010 (artigo)
»  Linear Clipping

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem