• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 631 - 12/08/2010

CORREIO DA SAÚDE

 

CORDEL DA SAÚDE

A saúde vista e tratada de forma diferente, com uma linguagem popular, através da literatura de cordel. Essa é a atividade desenvolvida poeta piauiense Pedro Costa.

O cordel está profundamente enraizado na cultura popular brasileira, principalmente no nordeste do país. Caracterizada pela oralidade, resulta quase sempre impressa e exposta em cordéis, segundo a velha tradição portuguesa de que se origina.

Neste caso, educa pela sensibilidade.

O texto desperta nas pessoas uma consciência crítica sobre assuntos relacionados à sua saúde.

Pedro Costa publicou cordéis sobre hipertensão, pré-natal e diabetes. Neste último, a "cartilha do diabético", a doença, suas manifestações, tratamento e prevenção, são versados de forma bastante singular.

Um trecho do trabalho:

"Todo poeta é versátil
Estudioso e eclético.
Dominador das palavras,
Poeticamente sintético.
Nesta Cartilha eu explico:
Como sofre o diabético.

Quem tem diabetes sente
Mãos dormentes, vista escura,
Sente sede e sente fome,
A saúde com rasura,
Algumas complicações
A maioria tem cura

A glândula pâncreas produz
Insulina que ativa.
A glicose forma energia,
Sendo demais, desativa
Surge a doença diabetes
Crônica degenerativa".

 

Clique aqui para ler a íntegra da cartilha.

 

Matérias relacionadas: (link interno)
»  Correios da Saúde (índice)

Referência: (link externo)
»  Cartilha do Diabético em Literatura de Cordel (Pedro Costa)

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem