• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 637 - 09/09/2010

CORREIO DA SAÚDE

 

O OUTRO LADO

O Conselho Federal de Medicina editou, em 12/8/10, a Resolução nº 1955, autorizando a prática de cirurgias de transgenitalização, para tratamento dos casos de transexualismo, com destaque para pessoas do sexo feminino.

A mesma normatização autoriza, mas apenas a título experimental, a realização da cirurgia de neofaloplastia, que é um procedimento de construção de pênis.

Possibilita-se, assim, a retirada da mama, do útero e dos ovários de pacientes que rejeitam o corpo feminino. A intervenção somente poderá ser realizada em hospitais que possuam uma comissão multidisciplinar e um conselho de ética devidamente preconstituído.

A definição de transexualismo obedecerá, no mínimo, aos critérios de:

i) desconforto com o sexo anatômico natural;
ii) desejo expresso de eliminar os genitais, perder as características primárias e secundárias do próprio sexo e ganhar as do sexo oposto;
iii) permanência desses distúrbios de forma contínua e consistente por, no mínimo, dois anos; e,
iv) ausência de outros transtornos mentais.

Busca-se, ao cabo, auxiliar na superação emocional de pessoas reputadas como portadoras de desvios psicológicos de identidade sexual, com rejeição ao fenótipo presente, notadamente à vista da tendência à automutilação e/ou autoextermínio.

 

Leia aqui a Resolução.

 

Matérias relacionadas: (link interno)
»  Correios da Saúde (índice)

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem