• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 656 - 03/12/2010

 

CORREIO DA SAÚDE

 

SAÚDE DA MAMA

 

O CAO instaurou Procedimento Administrativo para verificar a ocorrência de falta de equipamentos de mamografia no Estado do Paraná, a partir de notícia jornalística que dava conta do déficit destes equipamentos em 91% das cidades do Estado.

Levantamento feito pelo setor médico deste Centro de Apoio, amparado por dados e documentos obtidos através do Sistema de Informação do Câncer de Mama - SISMAMA e também da SESA PR, concluiu que, na realidade, apenas o número de mamógrafos, ou a falta destes em algumas localidades, não deve nortear a conclusão de desconformidade.

Na realidade, e a conclusão do Procedimento foi neste sentido, segundo os parâmetros do Ministério da Saúde [ 1 ], o Estado conta com número mais do que suficiente para atender toda a demanda existente, havendo, todavia, distorções importantes no que se refere à distribuição geográfica destes equipamentos, porquanto mais de 60 municípios [ 2 ] não realizaram sequer 10 exames desta modalidade no mês de julho de 2010.

Ante tal situação, e em consideração de que o caso exige uma investigação específica da realidade local, foram expedidos ofícios aos (às) Promotores (as) de Justiça das respectivas comarcas, para ciência e providências que entenderem pertinentes.

 

Clique aqui para ler a matéria jornalística e aqui para acessar os dados do SISMAMA do PR, de jul/10.

 

Notas do texto:
[ 1 ]  Segundo o MS, deve haver 1 mamógrafo para cada 240 mil habitantes. Nesta perpesctiva, o PR poderia ter 43 mamógrafos, quando atualmente possui 107 disponíveis ao SUS.
[ 2 ]  São eles Curiúva, Roncador, Abatiá, São Manoel do Paraná, Manoel Ribas, Turvo, Flor da Serra do Sol, Fênix, Novo Itacolomi, São José das Palmeiras, Guaporema, Barracão, Espigão Alto do Iguaçu, Goioxim, Nova Santa Rosa, Pinhão, Iguapirama, Conselheiro Mairinck, Cambira, Iracema do Oeste, Jaboti, Santa Antonio do Paraíso, Cerro Azul, Pinhal de São Bento, Luiziana, Ariranha do Ivaí, Salto do Itararé, Altamira do Paraná, Bela Vista da Caroba, Doutor Ulysses, Anahy, Janiópolis, Santa Lúcia, Campo do Tenente, Diamante do Sul, Laranjal, Tunas do Paraná, São Pedro do Ivaí, Rio Branco do Ivaí, Jundiaí do Sul, Manfrinópolis, Boa Esperança do Iguaçu, Rio Bom, Contenda, Ibema, Boa Ventura de São Roque, Agudos do Sul, Rancho Alegre d?Oeste, Bom Jesus do Sul, Salgado Filho, Santa Cecília do Pavão, Iguatu, Ramilândia, Reserva do Iguaçu, Dois Vizinhos, Sengés, Guaratuba, Farol, Nova Esperança do Sudoeste, Vera Cruz do Oeste, Campina do Simão, Lindoeste e Primeiro de Maio. Maringá não alimentou o SISMAMA.

 

Matérias relacionadas: (link interno)
»  Correios da Saúde (índice)

Referências: (links externos)
»  91% das cidades do Paraná não têm mamógrafo pelo SUS (Gazeta do Povo)
»  Informações Estatísticas - Paraná - Exame Mamografia (SISMAMA-PR)

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem