• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 787 - 31/07/2013

Edição nº 787 | Curitiba, 31 de julho de 2013

telinha

A SESA PR irá destinar 557 equipamentos de informática para os municípios do Estado.

São computadores que serão utilizados no sistema de notificação de doenças e acidentes do trabalho.

O MP pode divulgar a notícia ao Conselho Municipal de Saúde, para fiscalização de sua efetiva destinação.

Leia aqui a íntegra da notícia.

fila de espera

A Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde de Curitiba está realizando levantamento do número de usuários que aguardam por atendimento especializado em Curitiba.

A título de exemplo, apenas nas especialidades de oftalmologia, ortopedia e cardiologia há cerca de 62 mil pessoas em fila de espera.

A ideia é apurar em procedimentos administrativos específicos a demanda para especialidades e para exames diagnósticos e para obter da esfera governamental competente as providências efetivamente resolutivas para reduzir ou eliminar esperas, que acabam se tornando iatrogênicas.

olho vivo

Foi publicada a Portaria MS nº 1378/2013, que regulamenta as responsabilidades e define as diretrizes para execução e financiamento das ações de Vigilância em Saúde pela União, Estados e Municípios, relativos ao Sistema Nacional de Vigilância em Saúde e Sistema Nacional de Vigilância Sanitária.

Como se sabe, a vigilância em saúde é o processo de consolidação, análise e disseminação de dados sobre eventos relacionados à saúde, e busca a implementação de medidas para a proteção da saúde, controle de riscos, agravos e doenças.

Dentre as tarefas da Vigilância Sanitária estão a vigilância da situação de saúde da população, com a produção de análises que subsidiem o planejamento, estabelecimento de estratégias, monitoramento e avaliação das ações de saúde pública; a detecção oportuna e adoção de medidas para resposta às emergências de saúde pública; a vigilância, prevenção e controle das doenças transmissíveis; a vigilância das doenças crônicas não transmissíveis, dos acidentes e violências; a vigilância de populações expostas a riscos ambientais em saúde; a vigilância da saúde do trabalhador; vigilância sanitária dos riscos decorrentes da produção e do uso de produtos, serviços e tecnologias de interesse a saúde.

Clique aqui para ler a Portaria nº 1.378.


tombo

O Ministério da Saúde, através da Portaria nº 1.377/2013, aprovou os Protocolos de Segurança do Paciente.

A ideia é prevenir e reduzir a incidência de eventos adversos, incidentes que resultam em danos ao paciente como quedas, administração incorreta de medicamentos e erros em procedimentos cirúrgicos, nos serviços de saúde públicos e privados.

Acesse aqui os Protocolos de Segurança do Paciente.

Leia, aqui, a Portaria 1.377.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem