• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 799 - 25/10/2013

Edição nº 799 | Curitiba, 25 de outubro de 2013

o grande ralo do sus

Auditorias do DENASUS dão conta de que, em 5 anos, mais de meio bilhão de reais em recursos públicos do SUS foram desviados.

A maior parte das irregularidades foi constatada em auditorias cujo principal responsável pela gestão dos recursos era a prefeitura (73% do valor), seguido dos Estados (15%); o restante é dividido em clínicas particulares, instituições beneficentes e farmácias.

Para se ter uma dimensão do volume de recursos, com esse total de dinheiro poderiam ser construídas 227 UPAs (unidades de pronto atendimento) ou 1.228 novas UBS (unidades básicas de saúde).

Uma das burlas mais frequentes é gestores falsificarem registros hospitalares ou inserirem em seus cadastros profissionais "invisíveis".

Continue a ler na reportagem publicada na FSP de 20/10/13, p. C1.

o mp e o projeto mais médicos para o brasil

Foi convertido na Lei Federal nº 12.871 (publicada em 23/10/2013) o Projeto de Medida Provisória nº 621/13, que institui o Programa Mais Médicos para o Brasil.

Nos próximos dias, o CAO encaminhará aos Colegas do Ministério Público, principalmente das comarcas que receberão profissionais do programa, o teor do encaminhamento do CNMP, que torna público o posicionamento institucional no que se refere à parte assistencial, bem como todo o suporte técnico para nossa atuação funcional.

Leia a Lei nº 12.871 e sua exposição de motivos.

cinema no correio

A CASA DOS MORTOS

Poeta. Paciente. Doze internações em manicômios judiciários. Seu monólogo desafia o sentido dos hospitais-presídios, instituições híbridas que, às vezes, sentenciam a loucura à prisão perpétua.

O poema A Casa dos Mortos foi escrito durante as filmagens do documentário com o mesmo nome e revelou as mortes esquecidas nessas instituições.

São três histórias em três atos de morte. Jaime, Antônio e Almerindo são quase anônimos, considerados perigosos para a vida social, cujo castigo será a tragédia do suicídio, o ciclo interminável de internações, ou a sobrevivência em prisão perpétua nas "casas dos mortos".

A Casa dos Mortos, documentário, 24min, 2009. Não deixe de assistir.


farmacêutico pode prescrever medicamentos?

Resolução do Conselho Federal de Farmácia, recentemente publicada, autoriza os farmacêuticos a prescreverem remédios que não exijam prescrição médica, como analgésicos e antitérmicos.

Recorde-se que prescrição farmacêutica é o ato pelo qual o respectivo profissional seleciona e documenta terapias farmacológicas e não farmacológicas e outras intervenções relativas ao cuidado do paciente, visando à promoção, proteção e recuperação da saúde e à prevenção de outros agravos.

Coincidência ou não, a aprovação pelo CFF deu-se nove dias depois de o Congresso Nacional manter os vetos à Lei do Ato Médico.

Leia aqui a íntegra da resolução e alguns textos que já foram publicados sobre o assunto.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem