• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 867

Edição nº 867 | Curitiba, 20 de maio de 2015

Planos de saúde devem mais de R$ 1 bilhão ao SUS

Segundo estudo divulgado pelo IDEC, quase 2/3 do valor devido pelas operadoras de plano de saúde, não foi quitado, chegando a mais de 1 bilhão de reais. Nesse valor estão os valores parcelados (mas de R$ 331 bilhões) e os que não foram pagos nem parcelados (mais de R$ 742 mihões).

Quando um cidadão que tem plano de saúde suplementar é atendido pelo SUS em um procedimento coberto pelo seu plano, a operadora tem a obrigação de ressarcir o valor ao governo, conforme a Lei nº 9.656/1988, que rege os planos de saúde.

Menos de 1/4 das operadoras não possuem débitos com o SUS. Entre as principais inadimplentes, estão a Geap Autogestão em Saúde (com débito de R$ 72 milhões, tendo parcelado cerca de R$ 37 milhões), a Hapvida Assistência Médica Ltda (com débito de R$ 39 milhões) e a Central Nacional Unimed (com débito de R$ 21 milhões)

Clique aqui para ver a reportagem completa.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem