• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 880

Edição nº 880 | Curitiba, 20 de agosto de 2015

É necessário avançar

O câncer, atualmente, é considerado a segunda maior causa de mortes no mundo. No Brasil, apenas em 2013, dele faleceram 213 mil pessoas. A doença tem seu nome dado a um conjunto de mais de 100 enfermidades que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo, no que é denominado de metástase.

Segundo o INCA, espera-se que ocorram 576 mil novos casos da doença neste ano no nosso país. Em 2015, o câncer de pele do tipo não melanoma será o mais incidente na população brasileira: 182 mil casos novos, seguido pelos tumores de próstata (69 mil), mama feminina (57 mil), cólon e reto (33 mil), pulmão (27 mil), estômago (20 mil) e colo do útero (15 mil), conforme dados editados na Revista Radis n.º 155 (agosto 2015), publicação da Fiocruz.

O mal está associado a causas múltiplas, que vão desde a suscetibilidade genética até a condições determinadas por cultura, modos de vida e pelo ambiente. Constitui um enorme problema de saúde pública e um dos maiores e mais graves desafios para os governos e a própria sociedade.

As iniciativas do MP, para além de buscar assegurar ou recompor níveis mínimos de assistência terapêutica para as pessoas que não a têm, que constitui a motivação da maior parte dos pedidos que nos chegam, devem se orientar por intervenções estratégicas, atuando, dentre outras hipóteses, em face das práticas institucionais que visam a prevenção da doença, a adequação da rede de prestadores de serviços, a tempestividade com que o Sistema Único de Saúde deve agir em variados cenários, motivar a participação da comunidade (recorde-se que essa é uma das três diretrizes constitucionais do SUS, prevista expressamente no art. 198), através de audiências públicas e cobrando o envolvimento ativo dos Conselhos Municipais de Saúde.

Verifique abaixo algumas iniciativas do CAO Saúde. Elas e todas as demais se encontram na nossa página na internet.

Pronunciamentos nº 13, 32 e 106

Correios da Saúde nºs 525, 547, 589, 608, 656, 662, 665, 711, 735, 743, 744, 746, 762, 774, 784, 789, 790, 796, 811, 824, 828, 842 e 844

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem