• Caop Saúde Pública

Correio da Saúde - Informe nº 897

Edição nº 897 | Curitiba, 4 de fevereiro de 2016

Epidemia de obesidade e o Ministério Público

Desde o ano de 2006, o Ministério da Saúde realiza pesquisa sobre os fatores de risco e as doenças crônicas, questionando a população sobre seus hábitos alimentares, consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo e atividade física.

A pesquisa, denominada “Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico – Vigitel 2014”, elaborada com 40.853 mil entrevistados, revelou que 52,5% da população brasileira encontra-se com excesso de peso, o que já caracteriza uma epidemia de obesidade, segundo os parâmetros da Organização Mundial de Saúde.

O excesso de peso, de acordo com o Ministério da Saúde, é fator de risco para doenças crônicas, como pressão arterial e diabetes, que representam 72% dos óbitos no Brasil. O Ministério tem como meta reduzir os índices de obesidade para 10% até 2025. A ver.

A pesquisa demostra que a população na faixa etária entre 35 a 64 anos tem índices mais elevados de obesidade, mas é preciso tomar medidas para a educação alimentar das crianças e adolescentes, de forma a evitar o problema na idade adulta ou mais avançada.

Dado a crescente evolução dos números da população obesa no país e, em especial, por se tratar de fator de risco para doenças crônicas, como se disse, a questão precisa ser enfrentada com rapidez e eficiência pelos órgãos de saúde locais, de forma a evitar no médio e longo prazos a elevação de custos em saúde pública, bem como de agravos à saúde dos usuários.

Pela importância desse agravo à saúde, poderá o Promotor de Justiça solicitar informações à respectiva secretária municipal de saúde, de modo a identificar se o problema está sendo quantificado e enfrentado na atenção primária, e quais medidas concretas estão sendo implementadas a esse respeito.

Acesse aqui os dados da pesquisa.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem